Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Área do Utilizador
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Seleções de BTT e de Pista em trabalho para os Jogos Olímpicos
Equipa Portugal
As seleções nacionais de pista e de BTT competem, nos próximos dias, procurando a conquista de pontos para os rankings de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

A Equipa Portugal de pista participa, sábado e domingo, na ronda final da Taça do Mundo, em Hong Kong. A Seleção de BTT alinha, entre 26 e 29 de janeiro, no Club La Santa MTB Lanzarote, em Espanha.

Rui Oliveira vai disputar a prova de omnium na pista de Hong Kong, sábado. O concurso começa com scratch (6h40), seguindo-se corrida tempo (7h55), eliminação (11h10) e corrida por pontos (12h05). No mesmo dia, às 12h30, João Matias compete em scratch.

Maria Martins vai alinhar no omnium feminino, no domingo. Inicia a batalha pelos pontos às 3h38, com scratch, regressando à pista para a corrida tempo (4h50), eliminação (7h10) e corrida por pontos (8h20). Às 7h33, João Matias e Rui Oliveira competem em madison.

O objetivo passa por melhorar o ranking nacional nas disciplinas olímpicas de madison e de omnium. Para efeitos de qualificação olímpica, contam os três melhores resultados na Taça do Mundo. A prova de Hong Kong será a quarta com participação masculina nacional, pelo que poderá permitir eliminar um resultado anterior e somar mais pontos, no caso de serem conseguidos resultados melhores do que nas anteriores rondas. Esta será a terceira prova de Maria Martins, pelo que todos os pontos alcançados serão somados ao pecúlio do ranking feminino.

No BTT, David Rosa foi o corredor escolhido para representar Portugal na corrida por etapas de Lanzarote, uma prova de classe 1 UCI. Depois de uma época de 2018 marcada pelas lesões, o ciclista de Fátima inicia a temporada com a motivação de ultrapassar os momentos menos bons.

“Quero fazer uma corrida regular e ganhar ritmo competitivo, pois a última corrida que fiz completa foi em maio de 2018. Vai ser importante também para perceber como se comporta o joelho após a cirurgia”, afirma David Rosa.

A competição terá quatro etapas em BTT, sendo a última, no dia 29, a mais exigente, por ser a mais longa, com 81 quilómetros, mas também por apresentar o maior acumulado de subida.

Sendo esta uma corrida de classe 1 e estando a começar um ano decisivo para as contas da qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, David Rosa assume que tem “a ambição de somar alguns pontos”.

Portugal ocupa a 28.ª posição do ranking de apuramento olímpico, precisando de começar a subir na tabela, de modo a assegurar a terceira participação consecutiva, depois da estreia em Londres. Qualificam-se as primeiras 21 nações do ranking. Existe margem de recuperação para Portugal, porque as contas só encerram em maio do próximo ano.
2019-01-24 - 12:12:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
120 Anos FPC
Ciclismo Vai Escola
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais