Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Área do Utilizador
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Óscar Pelegrí triunfa em Mortágua
Estrada
Espanhol da Vito-Feirense-Pnb triunfou ao sprint na segunda etapa do Grande Prémio Abimota, disputada entre Ourém e Mortágua, na distância de 170,3 quilómetros. Raúl Alarcón (W52-FC Porto), líder à partida da etapa, foi apenas 23.º na linha de chegada e acabou ultrapassado na geral individual, graças às bonificações, pelo compatriota Antonio Angulo (Efapel), novo guia da prova.

O espanhol Óscar Pelegrí voltou a sorrir no Grande Prémio Abimota após triunfar na segunda etapa da competição que, no ano passado, recorde-se, conquistou de forma surpreendente no último dia. O corredor de 25 anos, que se apresenta em 2019 com as cores da Vito-Feirense-PNB foi quem melhor finalizou o concorrido sprint na Avenida dos Bombeiros Voluntários, no centro da vila de Mortágua.
Nas posições imediatas da tabela classificativa do segundo dia de competição terminaram o compatriota Antonio Angulo (Efapel) e o português Francisco Campos (W52-FC Porto).

"Surpreendentemente, não foi uma vitória difícil", reconheceu Pelegrí, natural da localidade espanhola de Castellón de la Plana (Valência)."A equipa trabalhou muito bem, o Filipe Cardoso lançou o sprint e deixou-me numa posição muito favorável e, eu, na verdade, só tive que sprintar. Agora iremos festejar esta vitória. E amanhã tentaremos outra vez. E domingo veremos o resultado final", desafiou o vencedor em título da competição. Em 2019, Pelegrí surpreendeu a concorrência no último dia para conquistar a vitória na geral individual e inserir o seu nome no palmarés da competição que celebra, este ano, a sua 40.ª edição.

A etapa foi assinalada por uma numerosa fuga aproveitada, no essencial, para revelar os primeiros líderes das classificações secundárias. Assim, Patrick Videira (LA Alumínios-Sport) assumiu-se com líder da classificação da montanha, enquanto que David De La Fuente (Aviludo-Louletano) passou a vestir de rosa, símbolo das metas-volantes. A classificação por pontos é liderada por Óscar Pelegrí. Rafael Lourenço (UD Oliveirense/IN OUT Build) comanda a camisola das Autarquias enquanto Gonçalo Leaça (LA Alumínios/LA Sport) lidera a classifição das Metas Bolinhas. A W52-FC Porto lidera a classificação por equipas.

Na geral individual, Antonio Angulo assumiu o comando, sendo agora perseguido por cinco homens da W52-FC Porto, a quatro segundos da liderança. Graças às bonificações da corrida, é expectável que a classificação seja alterada novamente na terceira etapa, entre Almeida a Vouzela, na distância de 185,3 quilómetros. A chegada está prevista para as 16h30 diante do edifício sede da Câmara Municipal de Vouzela.

Classificações completas: Clique Aqui
2019-06-21 - 17:17:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
120 Anos FPC
Ciclismo Vai Escola
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais