Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Área do Utilizador
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Pelotão multinacional vai pedalar no Oeste
Estrada
O 42.º Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, que vai realizar-se entre 11 e 14 de julho, foi hoje apresentado. A corrida portuguesa há mais tempo inscrita no calendário da UCI, vai juntar um pelotão de 132 corredores, defendendo as cores de 22 equipas.


Entre equipas e corredores, estarão representados 16 países: África do Sul, Alemanha, Angola, Argentina, Austrália, Canadá, Costa Rica, Espanha, Estados Unidos da América, Guiné Bissau, Holanda, Irlanda, Itália, Paraguai, Portugal e Rússia.

Os ciclistas vão encontrar um percurso variado, que se inicia, pelo quinto ano consecutivo, com um prólogo de 8 quilómetros, na freguesia do Turcifal, a disputar ao final da tarde de dia 11 de julho.

A primeira etapa em linha terá 156,8 quilómetros, entre a Adega Cooperativa da Ventosa (12h40) e Sobral de Monte Agraço (16h20). O percurso, sem grandes dificuldades montanhosas, permite aos velocistas pensar num dia de glória.

A segunda etapa começa na Atouguia da Baleia, às 12h45 de dia 12, e termina, ao cabo de 152,7 quilómetros, no centro de Torres Vedras (16h30). O final acontece à quinta passagem pela meta. Este é o dia do circuito de torriense, no sobe e desce da serra da Vila do Varatojo. É uma jornada seletiva, capaz de provocar algumas diferenças de tempo.

A corrida termina com a etapa-rainha, 179,3 quilómetros desde a Foz do Arelho (11h45) até ao alto de Montejunto (15h54). A meta coincide com um prémio de montanha de primeira categoria, que será antecedida por três subidas de terceira categoria e uma de primeira, esta apenas a 5,3 quilómetros da contagem de montanha coincidente com a chegada.

O pelotão conta com todas as equipas profissionais portuguesas, às quais se somam três equipas de clube de Portugal e dez formações profissionais estrangeiras.

A cerimónia de apresentação da corrida foi também o momento escolhido para iniciar a venda da moeda de homenagem a Joaquim Agostinho, desenhada por Vítor Santos para a Imprensa Nacional Casa da Moeda.

Equipas
Continentais Profissionais
Euskadi Basque Country–Murias (ESP)
W52-FC Porto (POR)

Continentais
303 Project (EUA)
Alecto Cyclingteam (NED)
Aviludo-Louletano (POR)
Bai Sicasal Petro de Luanda (ANG)
Efapel (POR)
Equipo Euskadi (ESP)
Evopro Racing (IRL)
Guerciotti-Kiwi Atlantico (BSE)
LA Aluminios-LA Sport (POR)
Lokosphinx (RUS)
Massi Vivo-Grupo Oresy (PAR)
Miranda-Mortágua (POR)
Protouch (RSA)
Rádio Popular-Boavista (POR)
Sporting-Tavira (POR)
UD Oliveirense-InOutBuild (POR)
Vito-Feirense-PNB (POR)

Equipa de clube
Crédito Agrícola/Jorbi/Almodôvar (POR)
Fortunna/Maia (POR)
Sicasal/Constantinos (POR)

Etapas
Dia 11 - Prólogo Turcifal – Turcifal, 8 km
Dia 12 - 1.ª etapa: Ventosa (Adega Coop.) - Sobral Monte Agraço, 156,8 km
Dia 13 - 2.ª etapa: Atouguia Baleia – Torres Vedras (circuito), 152,7 km
Dia 14 - 3.ª etapa: Foz Arelho – Alto Montejunto, 179,3 km

Informação Detalhada: Clique Aqui
2019-06-27 - 18:18:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
120 Anos FPC
Ciclismo Vai Escola
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais