Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Área do Utilizador
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
José Gonçalves e Daniela Reis campeões nacionais de contrarrelógio em elite
Estrada
José Gonçalves (Team Katusha Alpecin) e Daniela Reis (Doltcini-Van Eyck Sport) sagraram-se hoje, em Melgaço, campeões nacionais de contrarrelógio na categoria de elite. João Almeida (Hagens Berman Axeon) venceu em sub-23.


Os irmãos Gonçalves foram os dominadores durante os 32,3 quilómetros contrarrelógio de elite. À semelhança do ano passado, ocuparam as duas primeiras posições, embora trocando de lugar. Desta vez o mais forte foi José Gonçalves.

O corredor da Katusha Alpecin foi o único a completar a prova em menos de 43 minutos, registando 42m46s à chegada (média de 45,316 km/h). Domingos Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA) gastou mais 21 segundos. O terceiro e melhor elemento das equipas portuguesas foi António Carvalho (W52-FC Porto), a 1m03s do vencedor.

“Era um percurso mesmo à minha medida. Comecei acima das minhas capacidades e paguei isso na primeira subida. Tentei gerir daí para a frente e recuperar. Depois dei tudo para chegar com o melhor tempo. Ainda não estou na minha melhor condição física, mas estou perto. Foi hoje anunciado que faço parte dos oito convocados da equipa para a Volta a França e todas as vitórias são motivadoras. No domingo, tendo em conta que nunca vencei o campeonato nacional de fundo, vou dar o meu máximo para tentar ganhar a corrida”, promete José Gonçalves.

As femininas cumpriram 24,6 quilómetros, igualmente duros. Daniela Reis partia como grande favorita e não desiludiu. A corredora da região Oeste cortou a meta ao fim de 39m45s, revalidando o título de contrarrelógio, com uma média de 37,194 km/h. Seguiram-se duas ciclistas do CE Gonçalves/Azeitonense, Liliana Jesus, a 3m41s, e Melissa Maia, a 3m48s.

“Foi um contrarrelógio muito duro para o que costumamos fazer, mesmo no circuito internacional. A primeira fase era acessível, mas a partir dos 14 quilómetros tornava-se muito exigente. Senti-me muito bem. Encontrei o meu ritmo logo na fase inicial, embora fizesse essa parte a gerir as forças, porque sabia das dificuldades que encontraria mais à frente. Sabia que estava bem preparada e cumpri o objetivo de revalidar o título”, afirmou Daniela Reis.

O percurso dos sub-23 foi o mesmo das corredoras de elite. A luta foi a dois, entre João Almeida e Jorge Magalhães (W52-FC Porto), embora com grande superioridade do corredor da formação dos Estados Unidos, que ficou a 2 segundos de dobrar o portista.

João Almeida pedalou à média de 45,253 km/h, completando a corrida em 32m37s, menos 58 segundos do que Jorge Magalhães. O terceiro, a 1m53s, foi o sub-23 de primeiro ano Guilherme Mota (UD Oliveirense/InOutBuild).

“Foi um contrarrelógio muito duro, a meio já estava com dores nas pernas, mas é mesmo assim no contrarrelógio. Estava à procura de uma vitória. Espero que este triunfo seja o virar da página para o resto da temporada. Amanhã, na corrida de fundo, vou lutar pela vitória. Na minha equipa sou eu e o André e tudo faremos para ganhar, apesar de o nível ser alto”, salienta João Almeida.

O programa dos Campeonatos Nacionais de Estrada prossegue neste sábado. Às 10h00 será dado o tiro de partida para a corrida feminina. As corredoras de elite irão percorrer 88,6 quilómetros, terminando à quarta passagem pela meta, mais uma volta do que as juniores que vão pedalar durante 66,1 quilómetros e mais duas do que as cadetes e as masters que terão de enfrentar 43,6 mil metros. Os sub-23 masculinos também lutam pelo título de fundo no sábado, a partir das 14h30. O percurso dos jovens corredores terá um total de 143,2 quilómetros. Estas duas provas começam e terminam na Câmara Municipal de Melgaço.


Classificações completas: Clique Aqui
2019-06-28 - 15:15:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Assembleia Geral
Documentos 2 novembro 2019
120 Anos FPC
Ciclismo Vai Escola
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais