Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Área do Utilizador
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
CAR Anadia é Centro Continental da UCI
120anos
O presidente da União Ciclista Internacional (UCI), David Lappartient, anunciou hoje a atribuição ao Centro de Alto Rendimento (CAR) de Anadia do estatuto de Centro Continental de Ciclismo. O anúncio aconteceu durante a cerimónia de inauguração das pistas de BMX e de BTT, que vêm reforçar a oferta do CAR.

Depois de já ter centros continentais em África, na Ásia e na América, o Centro Mundial de Ciclismo passa a ter em Anadia o primeiro Centro Satélite na Europa. Este estatuto é o reconhecimento da qualidade das infraestruturas e dos recursos humanos afetos ao CAR Anadia, o que permitirá que alguns atletas de países em vias de desenvolvimento no que ao ciclismo diz respeito passem algumas temporadas em Anadia em trabalhos específicos.

A inauguração das pistas de BMX, junto ao Velódromo Nacional, em Sangalhos, assim como da pista de BTT-Cross Coutry Olímpico (XCO), no antigo parque de campismo da Curia, reforça a oferta do CAR, juntando-se ao velódromo para ciclismo de pista e às estradas da região, ideais para treinos de ciclismo de estrada.

“Hoje é um dia muito feliz. Já tinha vindo a Anadia algumas vezes, mas as novas pistas de BTT e de BMX superam o que poderia esperar. Exceto no Centro Mundial de Ciclismo, em Aigle, não há outro centro no mundo que junte todas as vertentes olímpicas do ciclismo, como acontece aqui – falta apenas, mas espero que esteja para breve uma pista de BMX freestyle. Por isso, tenho a honra de anunciar que o Comité Diretor da UCI decidiu, por unanimidade, atribuir a Anadia o estatuto de Centro Continental”, afirmou o presidente da UCI, na cerimónia de inauguração.

O CAR Anadia é já palco, há vários anos, de estágios de diferentes seleções de ciclismo e de paraciclismo da vertente de pista. A partir de agora, com o selo de qualidade UCI, serão, certamente, reforçadas essas visitas, às quais se juntarão seleções nacionais de BMX e de BTT.

O desenvolvimento do ciclismo português também é uma prioridade. A existência do velódromo permitiu um trabalho de base no ciclismo de pista, com múltiplos resultados visíveis. As pistas de BMX e de XCO, duas disciplinas olímpicas, contribuirão para o trabalho científico nestas áreas. Além disso, o edifício de apoio da pista de BMX alberga, a partir de hoje, o Centro de Avaliação e Controlo de Treino da Federação Portuguesa de Ciclismo, que estará ao serviço de todo o ciclismo nacional, visando o desenvolvimento e a evolução com os melhores padrões de qualidade científica.

“Portugal entra no centro do ciclismo mundial, assumindo a filosofia do novo ciclismo, que é cada vez mais internacional e global, cada vez mais exigente, mais olímpico e ético. Esta infraestrutura vai exigir muito de nós, vai exigir-nos excelência, porque só desse modo se conseguem resultados”, salientou o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira.

A pista de BMX é a única com caraterísticas olímpicas na Península Ibérica. A pista de XCO, desenhada de raiz, é uma infraestrutura fundamental para o trabalho de base das Seleções Nacionais desta disciplina.

“Há áreas, como a hotelaria, gastronomia, enologia ou cultura, que têm reagido muito positivamente ao conjunto de atividades desportivas que se realizam neste concelho e na região. Queremos mais. Queremos mais desporto e mais atividade física também para a nossa comunidade local. Queremos aumentar o leque de modalidades que se possam praticar no concelho, já que se pretende conquistar mais praticantes, do desporto escolar ao desporto adaptado”, explicou a presidente da Câmara Municipal de Anadia, Teresa Cardoso.

“Estamos muito satisfeitos, mas estamos sobretudo muito orgulhosos com a distinção. Poderá sempre contar com a Federação, mas também com a autarquia e com o Governo de Portugal”, disse o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, dirigindo-se ao presidente da UCI.

O governante sublinhou ainda o investimento do município de Anadia no desporto ao longo dos anos, frisando a importância das novas infraestruturas para a economia regional e para o conhecimento científico. João Paulo Rebelo terminou a intervenção frisando que “sempre que a Federação Portuguesa de Ciclismo procurou a administração pública encontrou espírito de cooperação. É evidente que há aqui um trabalho de excelência que é para mim impensável que não continue a ser apoiado. O IPDJ encontrará os recursos financeiros para apoiar o Centro de Avaliação e Controlo de Treino, que também poderá apoiar outras modalidades”, adiantou o secretário de Estado.

A cerimónia desta manhã insere-se no vasto programa de comemorações dos 120 Anos da União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo, tendo sido também palco da assinatura do protocolo entre a Federação Portuguesa de Ciclismo e a Fundação do Desporto para desenvolvimento do ciclismo de pista para cegos.
2019-07-04 - 14:14:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Assembleia Geral
Documentos 2 novembro 2019
120 Anos FPC
Ciclismo Vai Escola
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais